Ariquemes

Ariquemes, RO

Bom Dia hoje é: 21/11/2017

  Facebook   Instagram

Compatilhar no Facebook

7 sinais que seu corpo dá quando está no limite

facebook
  
  
Minha Vida, 04/09/2017 08h45 - 285 vizualizações

Ele dá os sinais, mas você acaba ignorando. Quando percebe, seu corpo entrou em colapso. O excesso de trabalho, as preocupações dia e noite e a falta de um tempo para relaxar acabam levando o organismo a trabalhar no limite da capacidade. A manutenção da qualidade de vida depende de muitos fatores. "Mas um acompanhamento médico freqüente ajuda a identificar algum problema ainda no início, quando é mais fácil tratar", afirma o médico Nelson Carvalhaes Neto, responsável pela área de check-up do laboratório Fleury, Medicina e Saúde.Numa conversa detalhada com o Minha Vida, o especialista indica em que pontos prestar atenção para saber se anda tudo bem com a sua saúde. O nível de cansaço, o sono e a variação de peso revelam muito mais do que você pode imaginar. Repare e, notando algo estranho, não deixe de buscar ajuda médica.

Cansaço

Sentir o corpo pesado depois de fazer muito esforço (mental ou físico) e para lá de normal. O que não dá é para passar o dia inteiro arrasado de uma ou duas horinhas de trabalho. "O cansaço representa uma ameaça quando passa a ser desproporcional ao estímulo" , afirma o médico do Fleury. Outros sintomas, como falta de ar, dor no peito, tosse e dores articulares devem ser acompanhados com atenção. Se eles surgirem quando você sente que se esforçou demais, é melhor procurar ajuda. No consultório, vamos pedir os exames necessários para diagnosticar o que tem provocado tudo isso .

Dor de cabeça

Sofrer por dias seguidos é alerta certeiro. A intensidade da dor e os motivos que fazem com que ela piore ajudam o médico a descobrir a origem do problema. De todo o jeito, não dá para se acostumar com a sensação de ter um trator macerando sua cabeça. O sinal de exaustão é claro e exige um detalhamento diagnóstico.

Irritação

Quem vive irritado, e acha que isso é traço da personalidade, precisa rever esse pensamento. Realmente, existem pessoas que perdem a calma com mais facilidade. Mas viver com os nervos à flor da pele indica que há algo errado. "Um quadro de distimia, depressão ou ansiedade é maçado por muita irritação", explica o doutor Nelson Carvalhaes. Às vezes, no entanto, basta tirar uns dias de folga ou balancear a alimentação para que o humor volte à normalidade.

Aumento de peso

Além de ser reflexo do sedentarismo e de uma alimentação desregrada, o ganho de peso súbito pode ser consequência da retenção de líquidos. O problema é comum em pacientes que sofrem com insuficiência cardíaca, renal ou hepática e também pode ser efeito colateral de algum medicamento. Por isso, jamais tome qualquer remédio sem orientação médica e avise o seu clínico caso note alguma reação estranha no organismo.

Falta de sono

Tanto a dificuldade para dormir quanto o sono que não satisfaz são sinais de algum problema. Estresse, ansiedade e depressão são alguns dos mais corriqueiros e que demandam atenção imediata. Se não forem tratados adequadamente, esses males podem ter repercussões cardiovasculares, como aumento da pressão arterial e até problemas mais graves, como um infarto.

Preocupação que não passa

Os problemas acumulam-se e você não consegue se desvencilhar deles, mesmo quando o expediente termina ou nos finais de semana. A situação é comum e, ao contrário do que você pensa, não tem nada de produtiva. "O estresse crônico pode levar à hipertensão arterial, a problemas cardiovasculares e cerebrovasculares agudos, além de distúrbios digestivos (cólicas e diarreias) e psiquiátricos", alerta o especialista em check-up.

Apetite desregulado

Num momento, você é capaz de comer um buffet inteiro, sozinho. No dia seguinte, passa as horas com uma bolachinha salgada. Essa pode ser sinal de ansiedade demais e da carência de algum nutriente. Mas nem pense em compensá-la tomando suplementação vitamínica por conta própria. Há o risco de errar nas doses, prejudicando o metabolismo e sobrecarregando as funções de alguns órgãos, como os rins , explica o médico. Uma dieta balanceada é essencial para manter o pique e conseguir dar conta das atividades do dia a dia sem passar mal.

Envelheça com saúde

A partir dos 40 anos, seu corpo passa a experimentar os efeitos da diminuição de testosterona. Trata-se do que os especialistas chamam de Distúrbio Androgênico do Envelhecimento Masculino (DAEM), uma alteração pouco diagnosticada. "O DAEM se caracteriza pela redução de testosterona no sangue, o principal hormônio masculino, o que pode provocar alterações de humor associada à diminuição da atividade intelectual, depressão e irritabilidade" , afirma o urologista do check-up Fleury Medicina e Saúde, Jorge Fragoso.

Segundo o especialista, também pode haver redução da massa e da força muscular, diminuição dos pelos, da densidade mineral óssea, alterações na pele e aumento da gordura visceral. "O quadro clínico envolve fatores físicos, que se refletem também em aspectos psicológicos, causando impacto direto na saúde sexual masculina como a diminuição da libido e da qualidade das ereções", explica o especialista.

Para se prevenir, é importante visitar o médico pelo menos uma vez por ano. Ele vai pedir os exames necessários para identificar eventuais alterações no colesterol, nos triglicérides, na pressão arterial e, como não poderia deixar de ser, alterações na próstata.

Participe deixando seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Leitura de noticias - Abaixo Pequeno
Livre a reprodução do conteúdo com citação da fonte, com exceção para material de terceiros, como de agências, sites, blogs e colunistas, e casos que possa requerer autorização individual. Conteúdo de terceiros é de inteira responsabilidade de seus autores.
Yes Mania - Aqui o foco é você!
© 2017 Todos os diretos estão reservados.
Whatapps

Ao cadastrar seu número você aceita o termo de conduta.


 
 
 
 
Obrigado por se cadastrar em nosso sistema, a qualquer momento você poderá receber nosso Boletim Informativo em seu aplicativo "WhatsApp".