Ariquemes

Ariquemes, RO

Boa Madrugada hoje é: 28/05/2018

  Facebook   Instagram

Compatilhar no Facebook

Após drama com vestido e pódio, francesa diz: "Não temos do que nos arrepender"

facebook
  
  
G1 - Esporte | 20/02/2018 17h07 | 384 vizualizações

Gabriella Papadakis acostumou-se a ganhar medalhas. De 2014 em diante, esteve no pódio em praticamente todos os torneios de dança no gelo ao lado do parceiro Guillaume Cizeron. Em PyeongChang, porém, sua trajetória teve altos e baixos. Na segunda-feira, a francesa de origem grega se irritou quando a parte de cima do seu figurino se descolou e um de seus seios ficou à mostra. Perdeu ponto na classificatória mas avançou à final. Nesta terça, recomposta, foi às lágrimas ao conseguir mais uma vez uma medalha, a prata, sendo derrotada apenas pelos canadenses Scott Moir e Tessa Virtue.

"Foi uma noite para que eu pudesse esquecer o que aconteceu e focar nessa final. Sabíamos que era possível e queríamos o ouro, mas demos o nosso melhor e não temos nada do que nos arrepender. Foi uma performance ótima, não poderíamos ter patinado melhor"

A menina de 22 anos que ganhou as manchetes do mundo por uma situação inusitada é uma multicampeã. Papadakis venceu os mundiais de dança no gelo em 2015, 2016 e 2017. É tetracampeã europeia (2015, 2016, 2017 e 2018). Tem inúmeros títulos do Grand Prix e não queria deixar que uma situação como essa a tirasse do rumo, apesar de confessar que ficou estressada com o que aconteceu.

"Foi o meu pior pesadelo nessa Olimpíada, com certeza. Estava distraída, isso aconteceu no começo da apresentação então não tive chance de ajustar. Voltei a me concentrar e rezei, era tudo que tinha para fazer"

Família tem origem em Creta
Gabriella Papadakis nasceu em Clermont-Ferrand, na França, mas o sobrenome não nega. Ela é de origem grega. Sua mãe, Catherine, foi técnica de patinação. Seu pai, hoje dono de um Food Truck em Austin, no Texas, nasceu em Korydallos e as raízes sanguíneas estão na Ilha de Creta. Em 2014, Gabriella resolveu deixar a França para treinar no Canadá, em Montreal, quando sua carreira decolou, passando a treinar 30 horas por semana.

"Estava focada neste evento pelos últimos quatro anos. Acredito que tivemos muito tempo para refletir e nos inspirar para as apresentações que fizemos aqui. Estou realmente muito emocionada com tudo que aconteceu aqui, por isso o choro"

Além da patinação, que ela começou em 1998, com apenas três anos, a francesa adora música e principalmente ler e escrever poemas. Em 2000, ela e Guillaume Cizeron foram os primeiros da dança no gelo a romperem a barreira dos 200 pontos em competições oficias, em 2017, em uma Copa disputada em Pequim, na China. Guillaume, além de parceiro de patinação, é amigo de Gabriella. Ele foi uma das pessoas que conversou com ela na noite de segunda-feira para tranquilizá-la para a final. Com o pódio conquistado em sua primeira Olimpíada, ele garante que todo o trabalho foi recompensado.

"Patinamos juntos por 13 anos, trabalhamos muito para atingir esse nível que temos hoje. Não é só sobre o momento, é especial olhar para trás e ver que todo o trabalho que fizemos foi recompensado. É realmente um momento reconfortante"

Após drama com vestido e pódio, francesa diz: "Não temos do que nos arrepender"
Mundo, Olimpíadas de Invernos, Bronze, Ouro
Participe deixando seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.




Notícias Eventos Agenda Ensaios Whatsapp Vídeos Foto da Galera Fale Conosco
Marca Rodapé

 

Nas redes:   Facebook Instagram Youtube

Livre a reprodução do conteúdo com citação da fonte, com exceção para material de terceiros, como de agências, sites, blogs e colunistas, e casos que possa requerer autorização individual. Conteúdo de terceiros é de inteira responsabilidade de seus autores.
Yes Mania - Aqui o foco é você!
© 2018 Todos os diretos estão reservados.
Whatapps

Ao cadastrar seu número você aceita o termo de conduta.


 
 
 
 
Obrigado por se cadastrar em nosso sistema, a qualquer momento você poderá receber nosso Boletim Informativo em seu aplicativo "WhatsApp".