Ariquemes

Ariquemes, RO

Boa Noite hoje é: 19/06/2018

  Facebook   Instagram

Compatilhar no Facebook

"Professor tem que trabalhar por amor, não por salário", ironiza Governo

facebook
  
  
Mídia Rondônia | 13/03/2018 21h49 | 1146 vizualizações

Mais uma vez o governo não apresentou nenhuma proposta para os trabalhadores em greve.

Em mais uma reunião realizada hoje, dia 13, entre a Mesa de Negociação e dirigentes do Sintero, o chefe da Casa de Civil, Emerson Castro, apenas ironizou a classe dos profissionais em educação, lembrando que a profissão de professor deve ser exercida por amor, e não por salários.

A reunião, que foi cercada de expectativas, pois havia a possibilidade de se chegar a um acordo, surtiu efeito contrário na classe.

Com a negativa do governo e a indelicada situação criada por Emerson Castro, os trabalhadores decidiram intensificar ainda mais o movimento em Rondônia.

No Cone Sul, os protestos continuam em todos os municípios, paralisando as escolas da rede estadual de ensino.

Hoje, pela manhã, a diretora-geral do Sintero na região, professora Osniér Gomes Machado, esteve reunida com os trabalhadores de Cerejeiras.

Na ocasião, ela conduziu uma rodada de estudos sobre a Lei 680.

Antes, contudo, a diretora sindical disse que a greve dos trabalhadores continua firme e forte, destacando que a luta continua focada na aprovação da meta 17, que trata da valorização dos profissionais em educação e no atendimento do Plano Estadual de Educação (PEE), previsto na Lei 3.565/2015, aprovada pela Assembleia Legislativa, mas que o governo estadual não a cumpre.

As redes sociais viralizaram áudios e opiniões dos manifestantes que se dizem indignados com o governo.

Entre eles, um desabafo de um professor de Cacoal chama a atenção ao afirmar que “ como já era esperado, a reunião não deu em nada. O Confúcio que faz isso com os trabalhadores, é o mesmo que quer ser senador. Se algum trabalhador da educação votar em candidatos apoiados por Confúcio, ele tem mesmo que trabalhar por amor”, rebate o educador de forma irônica.

"Professor tem que trabalhar por amor, não por salário", ironiza Governo
Rondônia, Ironia, Governo, Greve, Professores
Participe deixando seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.




Notícias Eventos Agenda Ensaios Whatsapp Vídeos Foto da Galera Fale Conosco
Marca Rodapé

 

Nas redes:   Facebook Instagram Youtube

Livre a reprodução do conteúdo com citação da fonte, com exceção para material de terceiros, como de agências, sites, blogs e colunistas, e casos que possa requerer autorização individual. Conteúdo de terceiros é de inteira responsabilidade de seus autores.
Yes Mania - Aqui o foco é você!
© 2018 Todos os diretos estão reservados.
Whatapps

Ao cadastrar seu número você aceita o termo de conduta.


 
 
 
 
Obrigado por se cadastrar em nosso sistema, a qualquer momento você poderá receber nosso Boletim Informativo em seu aplicativo "WhatsApp".