Ariquemes

Ariquemes, RO

Boa Tarde hoje é: 23/10/2019

  Facebook   Instagram

Compatilhar no Facebook

'Ele não está bem da cabeça', diz advogado de pai que matou a filha de 2 anos em Ariquemes

facebook
  
  
G1 - Notícias | 03/10/2019 16h46 | 1353 vizualizações

O advogado de William Monteiro da Silva, suspeito de espancar e matar a filha de dois anos, diz que seu cliente "não está bem da cabeça". Isso porque William foi espancado por outros presos dentro da cela do presídio, nesta semana, em Ariquemes (RO).

Na quarta-feira (2), o suspeito de 25 anos se negou a participar da reconstituição simulada dos fatos no bairro Marechal Rondon. Uma estrutura foi montada na casa onde a menina de dois anos morava com o pai, a madrasta e um irmão de cinco meses.

No local que aconteceu o crime, o advogado de defesa, Hugo Henrique da Cunha, informou quais seriam os motivos que estimulou William de se negar a participar da ação.

"A defesa decidiu não participar da reconstituição devido ao estado dele de ontem para hoje, pois aconteceu uma situação ruim com ele que quase o levou a morte, na unidade prisional de Ariquemes. Então decidimos por não colaborar por hora. O doutor Rodrigo Camargo vai conduzir as investigações e vamos aguardar a conclusão. Mas são dois os motivos: o fato da área não ter sido isolada desde o acontecimento e pelo fato de ontem ter sido vítima de espancamento na unidade. Então ele não está muito bem da cabeça", disse o advogado de defesa.

Após a proposta de adiar para a próxima semana a reprodução simulada dos fatos, feita pelo delegado responsável pelas investigações, Rodrigo Camargo, o advogado conta que a resposta ainda será dada após conversar com o cliente dele.

"Vamos decidir isso juntamente com o cliente. Isso se ele manifestar o desejo. Mas como o próprio delegado disse: 'é uma área que não foi isolada', então não tem o porque trabalhar em uma eventual constituição. A área não foi isolada desde o dia do acontecimento em que estão sendo acusados ele [William] e sua esposa", afirma.

Quanta a participação da madrasta da menina na reprodução simulada dos fatos, Hugo diz que espera a solicitação do delegado à cliente. "O doutor Rodrigo vai solicitar sim. Ela está na Unidade Prisional de outra comarca do estado e vamos aguardar até semana que vem vai ter uma resposta sobre isso."

A princípio o advogado que está à frente da defesa do casal é Hamilton Trondoli. No entanto, segundo a polícia, ele havia informado que tinha passado mal e não teria condições de estar presente na reprodução simulada dos fatos marcada para essa manhã e enviou o sócio, Hugo Henrique da Cunha.

'Ele não está bem da cabeça', diz advogado de pai que matou a filha de 2 anos em Ariquemes
Participe deixando seu comentário!

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.




Notícias Eventos Agenda Ensaios Whatsapp Vídeos Foto da Galera Fale Conosco
Eventos:
Marca Rodapé

 

Nas redes:   Facebook Instagram Youtube

Livre a reprodução do conteúdo com citação da fonte, com exceção para material de terceiros, como de agências, sites, blogs e colunistas, e casos que possa requerer autorização individual. Conteúdo de terceiros é de inteira responsabilidade de seus autores.
Yes Mania - Aqui o foco é você!
© 2019 Todos os diretos estão reservados.
Whatapps

Ao cadastrar seu número você aceita o termo de conduta.


 
 
 
 
Obrigado por se cadastrar em nosso sistema, a qualquer momento você poderá receber nosso Boletim Informativo em seu aplicativo "WhatsApp".